Parei para admirar e ouvir o passarinho

 

e seu inquieto cantar.

 

 

 

Tão bonito que me deu asas...

 

Voei...

 

 

 

Se era canto de alegria ou tristeza, não sei...

 

Não sei falar a língua dos pássaros!

 

Mas chorei.

 

Emoção deve ser isso...

 

 

 

Tudo que eu queria era que todos sentissem

 

o que eu sentia ao ouvir o canto da avezinha.

 

Abri a portinhola e o libertei da gaiola.

 

 

 

O pássaro não cantava...

 

Encantava.

 

 

jr

 

 

Imagem: "Menino e o Pássaro", Damião Martins em http://damiaomartinspintor.blogspot.com/

 

Texto protegido pela Lei de Direitos Autorais.